Menu

Economista é morto por assaltantes a dois quarteirões da Secretaria da Segurança Pública

 Em meio a mais um fim de semana marcado por episódios de violência armada e no trânsito, três cidadãos acabaram sendo vítimas de latrocínios (roubos seguidos de morte) no Ceará. Foram dois casos no Interior do estado e outro na Capital. Entre os mortos, um jovem atacado por assaltantes a dois quarteirões da sede da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), no bairro Parquelândia.

O crime aconteceu na madrugada de sábado, quando Erick Gabriel Rebouças Mendes Andriola, 25, se dirigia à pé de sua casa até uma lanchonete na Avenida Bezerra de Menezes. Ele havia saído com amigos para uma festa junina e, no retorno,  decidiu ir lanchar.

Erick residia na Rua Azevedo Bolão e avisou a uma tia, com quem morava, que voltaria logo. No caminho à pé para a lanchonete, foi surpreendido por dois bandidos em uma moto. Um deles desceu do veículo, já de arma em punho, e exigiu o celular. Assustada, a vítima tentou correr, mas recebeu um tiro nas costas. Ainda baleando, Erick caminhou ainda até a Rua Gustavo Sampaio, a poucos metros da sede da SSPDS, e pediu ajuda na portaria de um condomínio, mas caiu morto ali mesmo. Ele havia se formado, recentemente, em Economia e planejava fazer mestrado.

Outros latrocínios

Outra vítima de latrocínio foi o professor Edivaldo Ferreira dos Santos, que tinha 33 anos de idade e era um educador bastante conhecido e conceituado na cidade de Trairi (a 130Km de Fortaleza). Na noite de sexta-feira (17), por volta de 21 horas, o professor foi assaltado no bairro Alto do São Francisco, naquela cidade do Litoral Oeste do estado.
Depois de roubar a motocicleta da vítima, os assaltantes dispararam tiros. Edivaldo não resistiu.

O terceiro latrocínio aconteceu no Cariri.  O jovem José Sousa e Silva, 21 anos, foi atacado e morto a tiros por bandidos na estrada de acesso ao Açude dos Carneiros, no Distrito de Padre Cícero (Palmeirinha), na zona rural de Juazeiro do Norte (a 528KM da Capital). Outras duas pessoas ficaram feridas.
O rapaz trafegava em uma moto com um amigo quando os dois se depararam com bandidos assaltando um mototaxista. Ao se aproximarem do caso sem saber o que estava acontecendo de fato, foram baleados.  

Por FERNANDO RIBEIRO