Menu

Tio de garoto morto em atropelamento questiona quem dirigia carro durante acidente

 O tio do garoto que morreu  ao ser atropelado na avenida Godofredo Maciel, no bairro Maraponga, falou ao Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, sobre a revolta com a morte do sobrinho e da luta para não deixar o caso cair no esquecimento. O acidente aconteceu no último domingo (23), quando uma mulher atropelou Kaic Roniele de Souza, de 11 anos, que estava em um bicicleta.

“Ela diz que não percebeu que atropelou, é uma versão totalmente sem fundamento. Disse que não percebeu que quebrou a bicicleta no meio, não percebeu que deu a ré, e foi na ré que matou o menino, passou por cima da cabeça dele e parte das costelas. Ela vai sair matando todo mundo e agora vai dizer que não percebeu e ficará por isso isso mesmo”, indaga Everardo, tio da vítima. 
 
Ele falou ainda que a mulher poderia estar protegendo o marido e assumindo a culpa da morte do menino. “Parece que ela está assumindo a culpa do marido, ele estava dirigindo, eles combinaram de colocar ela para assumir. Mas nós vamos atrás, vamos ficar cobrando. O jeito que ela matou o meu sobrinho, ela pode matar um filho de outro cidadão e pode ficar por isso mesmo”, desabafou.

O caso está sendo investigado no 30° Distrito Policial, no bairro São Cristovão.