Menu

Onda de calor e baixa umidade do ar deixam Centro-Sul do país em alerta

  


Dia quente, céu aberto e a sensação de estar dentro de um forno: esta foi a quarta-feira (11) da maioria dos paulistanos, que enfrentaram uma forte onda de calor. As altas temperaturas também atingiram o interior, com termômetros passando dos 32ºC. Sem chuva e vento, a poluição fica no ar e acaba sendo aspirada com mais intensidade pela população.

A Defesa Civil deu o alerta para a forte onda de calor que começou ontem e continua nesta quinta-feira (12).  Segundo a tenente Roberta de Souza, a mudança climática favoreceu a queda da umidade, que atingiu níveis críticos nos momentos mais quentes do dia, ou seja, entre 11h e 17h. “Por conta disso, há condição para complicações alérgicas e respiratórias, ressacamento das mucosas, irritação nos olhos e um aumento de incêndio”, explica.
De acordo com a Defesa Civil, por volta das 14h30, a umidade relativa do ar estava abaixo de 20 na cidade de São Paulo.
A meteorologista da Somar, Heloísa Pereira, explica que a responsável pelo tempo seco é uma massa de ar quente que atinge todo o Brasil central. “O sistema, principalmente na sexta-feira, deve aumentar a nebulosidade e a umidade no leste de São Paulo e diminuir um pouco o calor. Mas, depois, ao longo do fim de semana, o tempo volta a secar e as temperaturas sobem bastante. No decorrer dos próximos dias, aliás, a temperatura máxima passa facilmente dos 33ºC em todo o interior e oeste de São Paulo.”
De acordo com a meteorologista, essa condição faz a umidade relativa do ar atingir níveis críticos, quase desérticos. Nesta quinta-feira (12), há previsão de chuvas isoladas em toda a grande São Paulo no fim da tarde.
Mas a condição do tempo só começa a melhorar na reta final de setembro e começo de outubro. Até lá, a recomendação é beber muita água, evitar exercícios físicos ao ar livre nos momentos mais quentes do dia, usar proteção contra os raios solares, hidratar olhos e narinas com soro fisiológico e umidificar o ambiente.
*Com informações da repórter Marcella Lourenzetto

TVSucesso